O Conceito de Adoração no Islam

 

 

 

O Conceito de Adoração no Islã

 

 

 

 

 

"Na alternância da noite e do dia, no que Deus criou nos céus e na terra, há sinais para os tementes".

(Alcorão surata 10:6)

"O dia em que cada alma se confrontar com todo o bem que tenha feito e todo o mal que tenha cometido, ansiará para que haja uma grande distância entre ela e esse dia. Deus vos exorta a d'Ele lembrardes, porque Deus é Compassivo para com Seus servos. 

(Alcorão surata 3:30)

O conceito de adoração no Islã difere do encontrado em outras religiões e é portanto sujeito a mal-entendidos. Em geral, a adoração é entendida como a observância de certos rituais: oração, jejum, distribuição de caridade e outras "boas" ações. A adoração no Islã obviamente inclui rituais, mas não reconhece nenhum valor aos rituais executados mecanicamente, e que não exercem influência no aperfeiçoamento interior do muçulmano.

Fé, de acordo com o profeta Muhamad (SAWS), é a base da adoração e

"é feita de mais de sessenta ramificações: a mais elevada a crença na unicidade de Allah e a mais baixa a remoção de obstáculos do caminho dos passantes."

O trabalho honesto é considerado um tipo de adoração. O profeta disse:

"Quem quer que se encontre cansado ao cair da noite como resultado de seu trabalho, Deus perdoará seus erros."

A busca de conhecimento é uma das mais elevadas formas de adoração. O profeta disse a seus companheiros que:

"Buscar conhecimento por uma hora é melhor que orar por setenta anos."

Cortesia e cooperação, quando feitos para agradar a Deus, são também parte da adoração:

"Receber seu amigo com um sorriso é um tipo de caridade, ajudar alguém a carregar seu animal é uma caridade e colocar água no balde de seu vizinho é uma caridade".

No Islã a execução de deveres é considerada um ato de adoração. O que quer que alguém gaste em despesas com sua família será contado como ato de adoração pelo qual ele ou ela será recompensado(a), desde que o dinheiro gasto tenha sido obtido através de meios islamicamente aceitáveis. Carinho com os membros da família também são vistos como atos de adoração.

Mesmo atividades que são prazerosas, como as relações sexuais com o cônjuge, são consideradas atos de adoração. Uma vez o profeta (SAWS) disse a seus companheiros que eles seriam recompensados até por manterem relações sexuais com suas esposas. Eles se surpreenderam e perguntaram: "Seremos recompensados por algo que nos dá satisfação?" O profeta respondeu: "Se vocês satisfizerem seus desejos de forma ilícita não serão punidos? Então, satisfazendo-os de forma lícita, com suas esposas, serão recompensados."

A adoração no Islã é um conceito amplo que inclui todas as atividades positivas na qual o indivíduo se encontra engajado. Esta é a razão porque o Alcorão e a "sunnah" do profeta (SAWS) lidam com todos os aspectos da vida do indivíduo e da sociedade.

 

Elaborado por Maria C. Moreira, webmistress do Islamic Chat.

Fonte: "The Concept of Worship in Islam" - WAMY Series on Islam no. 8 - On-line.

 

 

Home         Artigos