Por que Jerusalém foi Central para Muhammad

 

 

Discurso do Califa Omar para Jerusalém


 

Após receber a rendição de Jerusalém e completar a viagem à Síria, quando o califa Omar estava retornando à Medina liderou a oração em Jabiah. Nesta ocasião ele proferiu um discurso que está preservado na história. A maior parte deste discurso foi:

"Ó povo eu os aconselho a ler o Alcorão. Tentar entendê-lo e ponderar sobre ele. Absorver os ensinamentos do Alcorão. Então praticar o que o Alcorão ensina. O Alcorão não é teórico; é um código prático de vida. O Alcorão nao traz a vocês a mensagem da Vida Futura apenas; basicamente tenciona guiá-los nesta vida. Molde sua vida de acordo com os ensinamentos do Islã porque este é o caminho de seu bem-estar. Seguindo qualquer outro caminho vocês estarão convidando a destruição. Temam a Allah (O Único e Verdadeiro Deus), e o que quer que queiram busquem junto a Ele. Todos os homens são iguais. Não adulem aqueles em autoridade. Não busquem favores de outros. Através de tais atos vocês se rebaixam. E lembrem que receberão apenas o que é ordenado a vocês e ninguém pode dar qualquer coisa contra a vontade de Deus. Então por que buscar coisas de outros sobre as quais eles não tem controle? Apenas supliquem a Deus porque apenas Ele é o soberano.

E falem a verdade. Não hesitem em dizer o que considerem ser a verdade. Digam o que sentem. Deixem que suas consciências os guiem. Deixem que suas intenções sejam boas, porque verdadeiramente Deus conhece suas intenções. Em suas ações suas intenções contam. Temam a Deus e a mais ninguém. Por que temer outros quando sabem que qualquer sustento ordenado a vocês por Deus, o receberão sob quaisquer circunstâncias? E mais uma vez, por que temer quando sabem que a morte é ordenada apenas por Deus e virá quando Ele desejar?

Allah me fez no momento seu governante. Mas eu sou um de vocês. O governante não tem nenhum privilégio. Eu tenho algumas responsabilidades a executar, e preciso de sua cooperação. Governar é uma custódia sagrada e é meu empenho não trair esta custódia de modo algum. Para o cumprimento desta custódia eu tenho que ser um observador. Tenho que ser severo. Tenho que impor disciplina. Não tenho que administrar baseado em idiossincracias pessoais; tenho que administrar baseado no interesse público e na promoção do bem público. Para isto temos a orientação no Livro de Deus. Quaisquer ordens que eu der no curso do dia-a-dia de minha administração tem que estar de acordo com o Alcorão. Deus nos favoreceu com o Islã. Ele nos enviou Seu Mensageiro (Muhammad, saws). Ele nos escolheu para uma missão. Deixe-nos cumprir esta missão. Esta missão é a promoção do Islã. No Islã reside nossa segurança; se errarmos estaremos condenados."

 

                                                  Home              Artigos