O Islam e as Outras Religiões

 

O Islã e as Outras Religiões – O Que o Qur'an Diz?


A preocupação com a verdade, combinada com uma lealdade pessoal à fé, tende a manter os crentes de uma religião distantes dos aderentes de outra. Se esta distância for mantida rígida por muito tempo, a comunicação geralmente se rompe, as atitudes tornam-se frias, e algum grau de intolerância tende a emergir.

O Islã é único entre as maiores religiões do mundo, uma vez que o Qur'an fornece explicitamente cinco orientações para os muçulmanos em como ver outras crenças.
Durante toda a história, quando os muçulmanos seguiram estes preceitos corânicos -- se estavam em posição de autoridade, ou numericamente mais fracos  -- eles, assim como os membros de outras religiões que viveram em torno deles, beneficiaram-se extremamente.
A história mostra também que as atitudes muçulmanas em relação aos aderentes de outras religiões foram muito melhores do que aquelas exibidas por autoridades de outras religiões em relação aos muçulmanos.


Considere estes exemplos históricos:


Os muçulmanos preservaram as igrejas antigas de Jerusalém e da Síria, assim como os túmulos dos profetas na Palestina e no Egito.


Os muçulmanos ajudaram a proteger as tradições da igreja copta cristã no Egito, das práticas opressivas da igreja dominante de Roma.
Similarmente, é creditado aos turcos muçulmanos a proteção dos Protestantes europeus orientais e cristãos ortodoxos orientais da pressão e perseguição exercida pela igreja de Roma.


A “Idade Dourada " do estudo religioso judaico na Espanha pré-medieval foi conseguida em um ambiente de liberdade religiosa suportado pela sociedade muçulmana dominante.
Nos muitos países árabes, asiáticos e do Oriente Médio, minorias religiosas -- especialmente os judeus, os cristãos e os Hindus -- floresceram sob o governo muçulmano e, assim protegidos, seus lugares antigos de adoração sobreviveram até esta data.

O Qur'an apresenta claramente cinco orientações aos muçulmanos para a tolerância e a compreensão entre as diferentes religiões.

São as seguintes:

1 - A dignidade humana é dada por Deus e deve ser respeitada, não obstante sua religião, raça, origem étnica, gênero, ou condição social (17: 70).

Porque todos são criados por Deus, o Criador de Tudo, seres humanos devem tratar uns aos outros com toda a honra, respeito, carinho e bondade.

2 - O Islã ensina que é por Vontade Divina que a criação humana de Deus segue religiões diferentes, ou nenhuma religião (nenhuma religião é, de fato, uma religião) (11: 118), (10: 99), (18: 29). Mas Deus não Se agrada quando alguns de Seus servos (todos os seres humanos são servos do Criador de um jeito ou de outro) escolhem não acreditar (39: 7).

3 - O Qur'an indica claramente que a liberdade de religião é um direito dado por Deus. (18: 29), (10: 99).


4 - O julgamento final de toda a humanidade encontra-se nas mãos do Todo-Poderoso, seu Criador, a quem todos retornaremos (22: 68-69), (42: 15).

5 - Deus ama a justiça e aqueles que se esforçam em praticá-la, especialmente em relação aos povos que são diferentes em todas as formas, particularmente na crença religiosa (5: 8), (60: 8). 
 

Recebido pela mala direta do Canadian Islamic Congress e traduzido para o português. Sem informação de autoria. O Canadian Islamic Congress autoriza a cópia e distribuição de seus artigos.

 

                                                                                                         Home                       Artigos