Causas de Rebeldia

 

 

 

Causas de Rebeldia (Nushooz) Que Podem ser Traçadas a Partir do Próprio Marido ou Seus Amigos

 



 

Problemas Conjugais (al-Nushooz), Sua Definição, Casos, Causas, Meios de Proteção e Seus Remédios a partir do Alcorão e da Sunnah

 

O próprio marido pode ser a causa da desobediência e rebeldia da mulher. Por exemplo, ele pode ser muito avarento e mesquinho. Ele pode também ser muito emocional e excitável. Pode ser muito ríspido, duro e despótico. Pode ser do tipo que força seu desejo e decisões sobre sua esposa em qualquer assunto sem consultá-la, sem levar em consideração os sentimentos dela, trocando opiniões sobre um assunto e sendo agradável com ela. Ele pode considerar sua esposa como um tipo de bem móvel (ao invés de um outro ser humano) e portanto lidar com ela com frieza e grosseria, sem qualquer compaixão ou gentileza.

A causa para isto pode estar em seus maus companheiros que semeiam o descontentamento e o mal entre um homem e sua esposa, direcionando-o e puxando-o para desgostar e odiar sua esposa e desejar se livrar dela. ‘De fato, sua natureza extremamente gentil (além dos limites normais) pode também levar sua esposa a mudar sua disposição, e fazer com que ela tente dominá-lo, desobedecer seus comandos e se elevar sobre ele’ (Majallah al-Jundi al-Muslim, p. 29, fn.1)

‘Ele pode causar à sua esposa diferentes tipos de ofensa, como amaldiçoá-la ou à família dela, insultá-la, abusar dela verbalmente pelas mínimas razões. Ele pode insultá-la por causa de sua família, se a família dela tiver menos prestígio que a dele. Ou, outro ato de rebeldia (nushooz) da parte do marido é  ele tentar prejudicá-la divorciando-a, e então, antes que o período de espera (iddah) termine, tomá-la de volta como sua esposa e então divorciá-la novamente. Tudo isto é feito sem a intenção de retornar à uma vida de casados real, mas simplesmente para prejudicá-la e transgredir seus direitos. Ou ele pode evitar relações sexuais com a esposa sem nenhuma razão ou sanção legal. Isto pode levar a mulher a perder sua castidade e fazer algo proibido.’ (Al-Bahuti al-Hanbali, Kishaaf al-Quinaa’ an Matn al-Iqnaa’, vol. 5, pp. 184, 290, 213; Ibn Abideen, Radd al-Mukhtar ala al-Darr al-Mukhtar wa Hashiyah, vol. 3, p. 190; Tafseer al-Manaar, vol. 5, p. 76).

O sheikh al-Islam Ibn Taimiya afirmou, ‘O dano que é causado à mulher pelo homem que evita relações sexuais com ela é tal que o casamento pode ser dissolvido sob qualquer circunstância, independente se foi intencional ou não da parte do marido, ou se ele tinha ou não a habilidade de ter relações sexuais.’  (Ibn Taimiya, al-Fatawa al-Kubra, vol. 4, p. 562; Ibn Taimiya, Majmuah al-Fatawa, vol. 32, p. 40).

Na rebeldia (nushooz) por parte do marido se inclui quando ele ordena a esposa que ela faça algo proibido ou ilegal, tal como sair em público mostrando sua beleza ou descobrindo partes do corpo que devem ser cobertas, se misturar com homens que não são aparentados a ela, consumir álcool e drogas, ir a clubes e bailes onde coisas inadequadas estão acontecendo.

Também é rebeldia (nushooz) por parte do marido ele não cumprir suas obrigações maritais. Por exemplo, ele faz a vida difícil para a esposa com respeito a alimentação, vestimenta e coisas do gênero.  Ou ele pode fazer a esposa viver em uma residência que não é adequada para ela.

Em acréscimo, incluído entre os atos de rebeldia (nushooz) está sua distribuição injusta de tempo ou onde ele fica (quando é casado com mais de uma esposa) sem justificação legal. Ou, ele pode não preencher as necessidades de sua esposa e filhos com relação ao seu bem-estar. Ou, ele faz coisas que magoam e desonram sua esposa e mostram desrespeito por ela, como caluniá-la, difamá-la ou fazer brincadeiras sobre ela. Ou, ele pode desejar a fortuna dela e forçá-la a gastá-la com ele.

Os seguintes atos também constituem rebeldia (nushooz) por parte do marido: ter sexo anal com a esposa, que é proibido e nunca permitido, viajar por diversão e entretenimento sem a permissão da esposa, uma vez que ele está desperdiçando dinheiro por um propósito inútil, enquanto que o dinheiro é para sustentar os direitos da família.

Se o homem apostatar do Islã é considerado rebeldia (nushooz) e o contrato de casamento é dissolvido a menos que ele retorne para o Islã. (Veja al-Khalafaat al-Zaujiyah, p. 39).

Existem muitas outras causas ou atos de rebeldia (nushooz) que não foram mencionados de modo a não alongar demais a discussão.  

Texto: ‘Causes [of Nushooz] That Can Be Traced Back to the Husband Himself or His Friends’ do Dr. Saalih ibn Ghaanim al-Sadlaan do site Islam.com. Traduzido para o inglês por Jamaal al-Din M. Zarabozo e do inglês para o português por Maria Moreira.

Veja também no Islamic Chat o artigo 'Mitos e Realidades do Casamento no Islã'.

 

 

<IMG SRC="nonflash.gif" width=100 height=20 BORDER=0> <IMG SRC="nonflash.gif" width=100 height=20 BORDER=0> <IMG SRC="nonflash.gif" width=100 height=20 BORDER=0>