Criação e Evolução

 

Gostaria que me desse a sua opinião sobre o seguinte: Sei que o Corão tal como a Biblia defende a existência de Adão e Eva, no entanto a doutrina da criação foi posta em causa pela ciência que defende a evolução. Alguns Cristãos dizem que a doutrina da criação não é mais que uma lenda não real que foi colocada na Biblia pelos antigos Judeus depois do exilio da Babiolónia. Acho mesmo que os profetas do Antigo Testamento nunca se referiram a Adão e Eva o que é estranho, mas Jesus e Maomé mencionaram-nos. Se Adão e Eva não existiram realmente por que é que Jesus e Maomé, ( que foram influenciados por Deus e espalharam a Sua palavra), nunca os desmentiram??? É algo que me faz imensa confusão, já ouvi a opinião de amigos meus que são Cristãos sobre este assunto. Agora gostaria de saber qual a sua opinião pessoal.

 

R - A evolução das espécies como ela é tradicionalmente apresentada não foi provada cientificamente, porque o que ela propõe é que um animal de uma espécie pode gerar outro de uma espécie diferente.

Para provar isto teria que ter sido encontrado pelo menos um único exemplar de uma espécie híbrida, intermediária, permitindo a observação e o acompanhamento de seu processo de mutação até que ela atingisse outra forma.

Isto ainda não foi feito e tudo que se tem são muitas teorias e observações. Provas, em termos científicos, não existem, e o próprio Darwin tinha muitas dúvidas em relação à sua teoria.

Entretanto, eu não chego ao ponto de dizer que a teoria é uma farsa no seu todo.

Eu acho viável supormos (não temos como afirmar) que todos os seres, uma vez criados, passaram por processos evolutivos ou de aperfeiçoamento e adaptação dentro da mesma espécie, mas dizer que uma espécie pode ter gerado outra espécie completamente diferente é algo que não foi provado, e que contraria o Qur'an.

Mais especificamente dizer que o homem evoluiu de outra espécie, no caso o macaco, é contradizer frontalmente o Qur'an, já que Allah fala claramente que Ele criou o primeiro homem, Adão, do barro.

Então, não é permitido a um muçulmano acreditar nesta teoria, a menos que ele queira deixar de sê-lo.

 

Voltar para perguntas