Resposta sobre preservação do Qur'an

 

Ao ler o artigo ‘Prova da Preservação do Qur’an’ neste site, notei que a maioria das fontes utilizadas são islâmicas. Como considerar confiáveis tais fontes?

   

R – Na Enciclopédia Britannica, sob o título ‘Origins and Compilation of the Qur’an – Muslim Tradition’ (Origens e Compilação do Alcorão – Tradição Islâmica), lê-se:

‘Estas tradições podem ter sido re-trabalhadas e alteradas até um certo ponto, para se adequarem a certas teorias dogmáticas referentes ao Qur’an, mas no todo refletem verdade histórica.’

  Esta informação, embora considere a possibilidade de alguma alteração nestas fontes islâmicas, as reconhecem como fonte histórica confiável.

  O verbete na íntegra, em inglês, pode ser lido no endereço: http://www.britannica.com/bcom/eb/article/3/0,5716,108143+2+105854,00.html

No mesmo texto sobre a preservação do Qur’an também é citado um parágrafo do Tratado de Versalhes, no qual os autores do tratado se referem ao  ‘Qur’an original de Uthman’.  Uma reprodução deste Qur’an de Uthman aparece no texto, e  é incontestavelmente idêntico ao Qur’an que os muçulmanos tem hoje.

O Projeto Avalon, da Universidade de Yale, reproduz na íntegra o Tratado de Versalhes. Lá pode ser lido o parágrafo onde é mencionado a existência do Qur’an compilado na época do califa Uthman, em poder do governo alemão na época da elaboração do Tratado, e é possível verificar que o artigo 246, cotado em português, corresponde exatamente ao que está no Tratado em inglês. O link abaixo levará direto para a página onde o parágrafo em questão, o 246, é apresentado. Ele fica quase no final da página.

The Versailles Treaty June 28, 1919 : Part VIII - The Avalon Project at the Yale Law School – Article 246

http://www.yale.edu/lawweb/avalon/imt/partviii.htm

 

OBS: Se você veio direto para a seção de Perguntas e Respostas sem ter lido o artigo sobre a preservação do Qur'an e agora gostaria de visitá-lo, basta clicar no link abaixo:

http://islamicchat.net/preservar_koran.html 

 

Voltar para perguntas